Mulher passando protetor no braço

Como escolher o protetor solar adequado?

O Sol é fonte de calor e energia e, sem ele, a vida aqui na terra seria impossível tal como a conhecemos. Mas, por outro lado, a luz que nos chega do nosso astro-rei oferece riscos para a saúde e para a estética da nossa pele.

 

Essa luz, parte da qual sequer é visível a olho nu, consiste diferentes tipos de raios, com comprimentos de onda variáveis. A luz ultravioleta (UV) é um desses raios.

 

Sob a forma dos tipos UVA e UVB, essa luz é capaz de penetrar profundamente na pele, interagindo com as células e gerando radicais livres altamente reativos. Queimaduras, danos cutâneos, envelhecimento precoce, manchas, melasma e até câncer da pele são algumas das possíveis consequências de uma exposição solar sem qualquer proteção.

 

Felizmente, a humanidade desenvolveu uma substância quase milagrosa, que, se aplicada corretamente, é capaz de bloquear boa parte da ação maléfica dos raios do Sol. Falamos, claro, do protetor solar.

 

Disponível no mercado em diversos formatos, texturas e fatores de proteção, é necessário escolher o mais adequado para a sua pele, não só para garantir que ela está de fato blindada, mas também para evitar efeitos indesejados, como a obstrução de poros e aumento da oleosidade.

 

O que levar em conta ao escolher o seu protetor solar? Continua a leitura que a gente te conta tudo neste post!

 

Fator de proteção solar (FDS)

Na hora de escolher um protetor solar, um dos primeiros aspectos que devemos levar em conta é o Fator de Proteção Solar, o FPS.

De uma forma simples, podemos dizer que o FPS mede quanto tempo a nossa pele exposta ao sol, demora para ficar vermelha. É que, sem proteção, os raios solares agem na pele e deixam-na avermelhada; esse tempo, claro, depende essencialmente da cor e do tipo de pele e do horário da exposição solar.

 

Uma pele mais clara fica vermelha mais rápida; o sol do meio dia, queima mais do que o do fim da tarde.

 

Assim, se um filtro solar tem na embalagem a informação de que o FPS é 15, isso significa que, após o uso desse produto, a pele demora 15 vezes mais tempo para ficar vermelha.

 

De modo geral, podemos dizer que pessoas com pele mais clara devem usar um protetor solar com maior FPS. As peles mais escuras, com mais melanina, uma espécie de protetor natural da pele, podem escolher fatores de proteção mais baixos.

 

No Brasil, temos sol praticamente o ano inteiro e estamos situados em uma localização geográfico em que a intensidade dos raios é maior. Segundo orientações da Sociedade Brasileira de Dermatologia, todas pessoas expostas ao Sol no nosso país devem usar protetor solar com FPS, de mínimo, 30.

 

Em alguns casos, recomenda-se que a pessoa use um fator mais elevado, especialmente se for albina, se tiver tido câncer de pele ou antecedentes da doença na família, se fizer exposição contínua ao sol e se apresentar condições dermatológicas, como melasma e rosácea.

 

Tipo de pele

Outro aspecto a levar em consideração na hora de escolher o protetor solar adequado são as características da própria pele. Pessoas com pele sensíveis ou que apresentem alergias a determinados componentes devem se certificar de que o produto escolhido é seguro e, de preferência,  , ou seja, com poucas chances de causar reações alérgicas.

 

Além disso, as pessoas que possuem pele oleosa devem optar por versões com uma textura menos gordurosa, que pode obstruir os poros e causar espinhas.  Pessoas com peles mais maduras podem optar por fórmulas enriquecidas com ativos agentes hidratantes, como complexos de vitaminas, que simultaneamente melhoram a aparência e a saúde da pele. Estes produtos representam ainda excelente custo-benefício e podem ser usados em conjugação com os produtos cosméticos convencionais.

 

Safe Sea®

Safe Sea® é um protetor solar especial. Ele é o primeiro e único protetor solar do mundo que oferece proteção contra as picadas de águas-vivas, animais marinhos que, ao mínimo contato com a pele humana, liberam uma substância tóxica, que causa dores fortes na vítima.

 

Além disso, o nosso produto é livre de parabenos, substâncias potencialmente cancerígenas, e está enriquecido com agentes hidratantes e vitaminas B e E, que ajudam a manter a pele saudável e hidratada, ao mesmo tempo em que reduzem a oleosidade.

 

Disponível no FPS 50, Safe Sea® conta com uma fórmula hipoalérgica, adequada para todos os tipos de peles, inclusive as mais sensíveis de crianças e adultos. Sendo um creme de fácil aplicação, mantém 97% da sua efetividade por aproximadamente 80 minutos, mesmo em total imersão.

 

Com a proteção adequada, pele e Sol combinam sim! Lembre-se de reaplicar o produto de três em três horas ou sempre que necessário, como em casos de sudorese intensa.

Até o próximo post!

Safe Sea® – Prevenção e proteção contra queimaduras de águas-vivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *