um homem passando protetor solar Safe Sea® nas costas da namorada

Qual o jeito certo de usar o protetor solar?

Você sabia que, segundo o Instituto Nacional do Câncer, o câncer de pele corresponde a cerca de 30% de todos os tumores malignos registrados no Brasil, sendo o tipo de câncer mais comum no país? Isso pode ser explicado em parte devido à localização geográfica do território nacional, situado entre Trópico de Capricórnio e a Linha do Equador, a área do planeta mais próxima ao sol e, portanto, com mais incidência aos raios solares.

O câncer de pele é causado, entre outros fatores, devido à exposição prolongada e repetida aos raios ultravioletas. Além de causar doenças, certos raios solares também contribuem ativamente para o envelhecimento precoce da pele, destruindo aos poucos as moléculas responsáveis pela sua elasticidade e firmeza.

Nessa luta constante contra os efeitos nocivos do Sol, o protetor solar é sem dúvida o nosso maior aliado. Basicamente, ele age bloqueado parte da luz proveniente do Sol e fazendo com que ela perca a sua porção nociva à pele. Mas, para que isso seja de fato possíveis, ou seja, para estar bem protegido, é necessário saber aplicar corretamente este creminho milagroso.

Segundo uma pesquisa do Instituto de Cosmetologia e Ciências da Pele divulgada em 2019, 70% dos brasileiros não usam filtro solar todo dia e 80% não sabem aplicá-lo corretamente. São, de fato, números alarmantes e pensando nisso preparamos este post com tudo o que você precisa saber sobre este assunto tão importante para toda a família.

 

Quanto aplicar: a regra da “colher de chá”

Segundo o estudo que referimos na introdução deste artigo, o maior erro de quem usa protetor solar está na quantidade: a maioria das pessoas usa menos do que deveria. A quantidade suficiente do produto para efetivamente prevenir os efeitos danosos do Sol é de, no mínimo, 2 mg/cm², o que corresponde a cerca de 40 ml para um indivíduo que pese 70 Kg.

Para expressar essa quantidade em termos mais práticos, em 2013 o Consenso Brasileiro de Fotoproteção, em documento assinado pelos conselhos de dermatologistas do país, criou a “regra da colher de chá”, que determina a proporção ideal de protetor solar para cada parte do corpo. Rosto e pescoço devem receber uma colher de chá de filtro solar cada um; torso, braços, pernas e costas, duas colheres de chá cada.

 

Protegendo as crianças

No caso das crianças a partir dos seis meses (antes disso, deve-se evitar o sol direto, porque a pele nessa etapa da vida não está preparada para a exposição forte), a quantia de protetor deve ser suficiente para conseguir cobrir uma camada por todo o corpo. Três colheres de chá cheias para um bebê de seis meses é o recomendado e para crianças mais velhas cerca de 20 ml por aplicação.

 

Espalhar bem na aplicação

Outro aspecto importante para uma aplicação correta do protetor solar é espalhar bem o produto.

O ideal é aplicar em linhas horizontais e paralelas, pois, ao fazer movimentos circulares, a chance de não espalhar direito é maior. Os protetores em forma de sprays devem ser borrifados generosamente sobre a pele e não devem ser espalhados com as mãos em seguida, sob pena de prejudicar a cobertura.

Além disso, depois de cada aplicação, não se deve ficar tocando ou esfregando a pele, pois isso retira o produto. Por esse motivo, as mães devem ficar de olho nas crianças e identificar a necessidade de reaplicação, o que nos leva à nossa próxima dica.

 

A importância da reaplicação

A primeira aplicação de filtro solar do dia é muito importante e forma uma camada homogênea sobre toda a pele. Ela deve ser feita em casa, sem roupas e sem transpiração e com a pele limpa, idealmente depois de um banho. Espalhe bem o produto conforme ensinamos anteriormente e espere que ele seque para vestir a roupa.

Quase tão importante quanto a primeira aplicação são as reaplicações subsequentes ao longo do dia – elas é que garantirão a continuidade da proteção inicial, isso porque o produto exposto ao ar perde a sua eficácia.

Os dermatologistas recomendam a reaplicação de três em três horas no dia a dia e de duas em duas horas em caso de exposição solar, sudorese intensa ou banhos de mar ou de piscina.  Nessas duas últimas situações, o indicado é se secar com a toalha e reaplicar o produto no corpo todo.

No caso das crianças, o filtro deve ser aplicado, no mínimo, 30 minutos antes de sair de casa ou se expor ao sol, e a cada 2 horas ou a cada vez que entrar na água.

 

Safe Sea®: um protetor solar inovador

Safe Sea® é o primeiro e único protetor solar do mundo que, além de fornecer proteção 50 contra os raios UVA e UVB, evita ataques de águas-vivas. Criado sob medida para as praias do Mediterrâneo, este produto inovador contém ingredientes exclusivos que protegem contra os envenenamentos causados por esses animais, formando uma barreira de proteção sobre a pele e atuando como um inibidor químico contra as toxinas liberadas pelo animal.

Safe Sea® é dermatologicamente testado, hipoalergênico e indicado inclusive para peles sensíveis das crianças. Sua composição especial é também extremamente resistente à água, chegando a durar 80 minutos sobre a pele mesmo em total imersão. Além de tudo isso, ainda envelhecimento da pele, sendo enriquecido com as vitaminas B e E.

Adquira o seu Safe Sea® aqui e curta o seu verão!


Safe Sea® – Prevenção e proteção contra queimaduras de águas-vivas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *