Protetor solar na gestação

Uso do protetor solar durante a gravidez: tudo o que você precisa saber

O Sol é essencial à vida.

Por exemplo, é ele que mantém a água no estado líquido e fornece a energia necessária a processos tão importantes quanto a fotossíntese.

Contudo, os raios solares também são prejudiciais. Eles são capazes de penetrar profundamente nas células da pele humana, criando os chamados “radicais livres”, que são um dos responsáveis pelo tão temido envelhecimento precoce. Além disso, provocam queimaduras solares e até mesmo câncer de pele, o tipo de câncer mais comum no Brasil.

Sendo assim, o protetor solar é um produto indispensável não só para ter uma pele bonita, mas também saudável. Ele protege a pele da ação danosa dos raios UVA e UVB e deve ser usado todos os dias – em casa ou na rua, no verão ou inverno, faça chuva ou faça sol.

Mas e na gravidez? Bom, na gravidez, o uso desse produto é ainda mais importante, porque, ao se proteger a pele adequadamente, a mulher estará protegendo também a saúde do bebê. Além disso, nesse período, a pele tende a ficar mais sensível e propensa ao aparecimento de manchas, como o melasma. Mas existe algum cuidado especial no uso desse produto tão importante durante a gestação?

Neste post, respondemos a essa pergunta e reunimos as principais informações que uma futura mamãe precisa saber sobre o assunto. Vem com a gente!

 

A importância de usar protetor solar na gravidez

Como já referimos de início, o uso de protetor solar na gravidez é tão ou mais importante para a proteção da pele quanto em qualquer outra altura. Os dermatologistas recomendam um FPS (Fator de Proteção Solar) de 30 ou mais. O produto deve ser de amplo espectro, ou seja, oferecer proteção contra os raios UVA e UVB e deve ser aplicado diariamente, com reaplicação periódica, de modo a manter a efetividade do produto.

Além de ajudar a proteger contra queimaduras, envelhecimento precoce e câncer, o protetor solar ajuda a manter saudável a pele sensível da gravidez, amenizando problemas dermatológicos associados especificamente a esse período.

Por exemplo, o aparecimento de melasma é muito comum na gestação, recebendo inclusive um nome específico nessa altura – “cloasma gravídico”. Trata-se de manchas escuras que surgem na pele da gestante e que estão associadas a alterações hormonais e ao desenvolvimento do bebê. Tais manchas tendem a se agravar com a exposição solar sem proteção. Portanto, o filtro solar é extremamente importante ao longo de toda a gestação, impedindo que o melasma se torne mais escuro e visível.

 

Riscos do protetor solar para a pele da gestante

Uma pergunta frequente quando se trata do uso de protetor solar na gravidez é: precisa trocar de produto?

Em primeiro lugar, a futura mamãe deve ficar se olho se houve alguma mudança significativa na sua pele – por exemplo, ela pode ter ficado mais oleosa, com propensão a acne, ou até mesmo mais seca. A partir disso, uma possível troca deve ser cogitada.

Mas não é tudo. Essa preocupação também se justifica porque alguns protetores contêm ingredientes que representam riscos à formação do bebê. Além disso, determinadas substâncias podem causar alergias, já que, como dissemos, a pele fica mais sensível na gestação. O ideal é sempre optar por produtos hipoalergênicos, adequados a peles sensíveis.

Um ingrediente ativo, encontrado em muitos protetores solares comuns, que pode causar de reações alérgicas até câncer é a oxibenzona. Ela penetra na pele, permitindo que produtos químicos nocivos caiam na corrente sanguínea. Além disso, alguns estudos relacionam essa substância a um baixo peso em crianças do sexo feminino. Embora tais estudos não sejam conclusivos no estabelecimento de uma relação entre a oxibenzona e a subnutrição, o ideal é mesmo evitar produtos com tal componente.

Outras substâncias a evitar são os parabenos, o 4-metilbenzilideno cânfora (4-mbc), o 3-benzilideno cânfora (3-bc),  o octocrileno (oc), o homosalato e o ácido 4-aminobenzóico. Em caso de dúvidas, não deixe de consultar um dermatologista.

 

Cuidados especiais com a pele para gestantes

Vejamos a seguir algumas dicas e cuidados especiais direcionados à pele das futuras mamães:

– Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), a primeira aplicação do protetor solar deve ser feita com, no mínimo, 15 minutos antes da exposição, de preferência sem roupa ou com a menor quantidade possível.

– A SBD recomenda ainda a utilização da regra da colher de chá. Rosto e pescoço devem receber o equivalente a uma colher de chá do protetor solar, assim como cada braço. Duas colheres são o suficiente para a frente e atrás do torso e para cada uma das pernas.

– Combine a aplicação do protetor solar com outras medidas de precaução, como o uso de chapéu com abas, boné, viseira e óculos escuros. Se a gestante estiver na praia, uma medida simples, como ficar a maior parte do tempo sob uma barraca de tecido de cor clara, que reflete os raios solares, já ajuda a minimizar os efeitos mais nocivos da exposição.

– Evite a exposição solar prolongada em horas críticas de sol, principalmente entre as 10 e as 16 horas. Por exemplo, se for à praia, prefira ir mais cedo ou de tardezinha para evitar o sol mais forte.

– Consuma bastante água. Manter-se hidratada é importante para ter uma pele saudável.

 

Safe Sea: o protetor solar completo

Safe Sea® é um protetor solar hipoalérgico, ou seja, é indicado para as peles mais sensíveis. Livre de parabenos, oferece FPS 50 e está enriquecido com agentes hidratantes e vitaminas B e E, que ajudam a manter a pele saudável e hidratada.

Além disso, é o primeiro e único protetor solar que inibe ações das águas-vivas, animais marinhos comuns na costa brasileiras e que causam ferimentos ao menor contato com a pele humana. O nosso produto contém ingredientes que formam uma barreira de proteção sobre a pele, atuando como um inibidor contra as toxinas liberadas por esses animais. Assim, a gestante pode curtir a praia livre dessa preocupação, ao mesmo tempo em que protege a pele dos efeitos nocivos do sol.

Por tudo isso, Safe Sea é um protetor solar completo, indicado inclusive para uso durante a gestação.

 

Até o próximo post!

 

Safe Sea® – Prevenção e proteção contra queimaduras de águas-vivas

Deixe uma resposta